Objetivos

Objetivos da Rede Brasileira de Promoção de Informação e Disponibilização da Contracepção de Emergência:

1. Difundir informação a todos os setores da sociedade brasileira, incluindo organizações da sociedade civil, órgãos públicos e mídia, sobre o uso adequado da contracepção de emergência (na forma de pílulas orais), de modo a contribuir para a redução do número de abortos e gestações não-planejadas;

2. Promover o acesso à contracepção de emergência, através de ações com tomadores de decisão, profissionais da área social, de educação e de saúde, potenciais usuárias e organizações de mulheres e jovens, meios de comunicação e organizações que trabalham na prevenção do HIV/aids, violência sexual e intra-familiar e direitos humanos;

3. Promover a inclusão da contracepção de emergência nas políticas públicas de planejamento familiar, de atendimento a jovens, de atendimento a mulheres vítimas de violência sexual e vivendo com DST/aids;

4. Estimular ações educativas que incluam o debate com adolescentes sobre a contracepção de emergência, assim como os demais métodos anticoncepcionais e a prevenção das DST/Aids.

5. Promover o uso adequado e não abusivo da contracepção de emergência em consonância com as políticas de prevenção às DST/aids e ao uso de preservativos.

6. Divulgar estudos científicos e informações sobre contracepção de emergência,, bem como difundir experiências bem sucedidas e problemas ligados ao uso deste método;

7. Colaborar com o organizações e redes internacionais existentes (como o Consórcio Latinoamericano de Anticoncepción de Emergência) com troca de informações , avaliações e parcerias sobre a situação da contracepção de emergência no Brasil e na América Latina;

8. Dialogar com os diversos setores da sociedade civil sobre usos e abusos da CE, estabelecendo um debate produtivo e não preconceituoso sobre o assunto.

Conheça aqui todos os nossos projetos e atividades!